Davi ValukasHistóriaJornalismoMovimento RevolucionárioNotíciasPolíticaTerrorismo

China se declara neutra em relação à crise na Venezuela

Suposta isenção dos chineses dá sobrevida a Maduro

A ministra do exterior do governo chinês, Hua Chunying, declarou na manhã da última quinta-feira, dia 24 de janeiro, que a China permanecerá neutra em relação à crise envolvendo o ditador Nicolás Maduro e sua insistência em permanecer ilegitimamente no poder na Venezuela. A ministra fez o comunicado dirigindo-se aos Estados Unidos.

O país comunista, que não quer desagradar os parceiros russos, principais defensores da permanência do ditador bolivariano no poder, preferiu a neutralidade, ou como se diz popularmente, optou por ficar em cima do muro, já que tem muitos negócios com países que defendem a libertação da Venezuela e o presidente interino do país, Juan Guaidó, como Brasil e Estados Unidos.

Com a declaração de neutralidade, os chineses acabam dando respaldo à ditadura de Maduro, que vem provocando a maior crise humanitária já vista no continente americano. Vale lembrar o quanto essa crise impacta o Brasil, já que milhares de venezuelanos procuram refúgio em nosso território a fim de fugir da fome e da repressão.

Tags
Ver mais

Davi Valukas

Davi Samuel Valukas Lopes nasceu no dia 06 de setembro de 1985, na cidade de Araraquara, no interior paulista. Filho de um trombonista, começou os estudos musicais no saxofone em 1996 na Congregação Cristã no Brasil, onde toca até os dias de hoje. Tornou-se instrutor musical na mesma igreja no ano de 2002, até o ano de 2016. Estudou piano clássico por quatro anos e guitarra blues por um ano. Ministrou oficinas de musicalização de 2009 a 2012 pela Secretaria Municipal de Cultura de Araraquara. Foi um dos fundadores de um projeto de musicalização infantil na periferia da cidade, no Jd. das Hortências, chamado Família Afro Son. Trabalhou na composição e interpretação da trilha sonora de espetáculos de dança junto com outros músicos de Araraquara. Mudou-se para Uberlândia, no Triângulo Mineiro, em 2012. Na cidade, ministrou aulas de saxofone e teoria musical, tocou um ano e meio na Jazz Band Ladário Teixeira e atua desde 2016 na área de Treinamento e Educação Corporativa. Monarquista convicto, é co-fundador do Círculo Monárquico de Uberlândia. É graduado em Gestão de Recursos Humanos.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar