Cláudia PiovezanDireitoJornalismoMovimento Revolucionário

A busca da verdade ou simples assassinato de reputação?

Desde que Jair Bolsonaro ganhou as eleições, depois de ter enfrentado toda espécie de ataques, inclusive o atentado a faca contra a sua própria vida, praticado pelo ex-psolista Adélio Bispo, a grande imprensa brasileira e mundial, derrotada no processo eleitoral mais sujo da nossa história, ataca incansavelmente o presidente, a sua família, os seus aliados, apoiadores, os ministros e qualquer servidor escolhido para atuar no governo.

Se antes das eleições a imprensa anunciava histericamente que Jair Bolsonaro seria um desastre para o Brasil e para o mundo, agora ela faz de tudo para que sua previsão leviana se concretize, sem importar as consequências para o país.

No dia 09 de outubro de 2018, já escandalizada com o comportamento da mídia mundial, eu escrevi aqui para a Radio MCI o texto EXTRA! EXTRA!! Saiu no jornal!! “Duas patas bom, quatro patas ruim”, que esclarecia como a mídia funciona, a quem ela serve, deixando claro que a imprensa nunca serviu à verdade, ao contrário, serve à mentira, à destruição e ao poder econômico global.

https://mciradio.com.br/extra-extra/

Depois da saraivada de tiros contra o Professor Olavo de Carvalho, a bola da vez é Flávio Bolsonaro, a quem a imprensa tem atacado de forma inclemente, com o fim de atingir o governo federal e quiçá beneficiar seus adversários e os inimigos do Brasil. Qualquer fato pretérito ou futuro da vida do Senador será usado para confirmar a narrativa agora agarrada a unhas e dentes.

Enquanto a imprensa trava uma guerra sangrenta contra Flávio Bolsonaro, os crimes petistas vão sendo revelados pelos novos agentes do governo, daí o ódio dos prejudicados com o fechamento da torneira de dinheiro público que abastecia os bolsos dos grandes empresários, políticos desonestos, órgãos de imprensa, blogueiros e intelectuais orgânicos do globalismo socialista, que tudo fazem para desviar o foco e a atenção do público.

Os ataques contra Flávio Bolsonaro escondem os escândalos da era petista, do BNDES, dos Ministérios, os crimes de Lula e de Dilma e de todos os seus. Pior, deixam o caminho livre para que o Congresso Nacional continue sendo presidido por Renan Calheiros e seus asseclas, que ajudaram a esquerda a destruir o país.

Não deixa de ser interessante ver como a ordem do dia para a extrema-imprensa socialista é colar no Senador o homicídio de Marielle, este cadáver insepulto para a esquerda brasileira. Por outro lado, esse pessoal que se preocupa tanto com homicídios, simplesmente se cala com relação à investigação dos mandantes do atentado contra o Presidente da República, executado exatamente por um ex-filiado do partido da própria Marielle.

É saudável que a imprensa tenha o seu viés investigativo. É lamentável que investigue só o que lhe é conveniente para a estratégia velha da esquerda mundial que é o assassinato de reputações. Curioso também é que a extrema-imprensa que, por seus extremos-jornalistas, resolveu ligar informações desconexas para sugerir a prática de graves crimes a desafetos, ainda não tenha conseguido ligar os pontos para descobrir que o regime político da Venezuela é uma sangrenta ditadura socialista, por exemplo, ou que a riqueza da família Silva é proveniente de muita corrupção ou ainda não tenha conseguido conectar as inúmeras provas processuais que levaram à condenação do seu ídolo e seguem gritando Lula livre.

Quanto aos supostos crimes de Flávio Bolsonaro, vou aguardar o resultado das investigações e de eventuais processos judiciais. Diferente dos comunistas, a prova e a decisão judicial condenatória vão me convencer. Não vai ter Flávio Livre caso seja condenado judicialmente.

Como dizia a minha sábia mãe: “É melhor ver o fim das coisas.”

Para finalizar, é só cotejar as manchetes das últimas horas para constatar o orquestrado ataque à família Bolsonaro, ao governo, à qualquer chance de recuperação do país e sobretudo, o enorme desrespeito à inteligência do povo brasileiro. Veja abaixo o que consegui cotejar com uma rápida busca no google, que demonstra que o slogan “Duas patas bom e quatro patas ruim” foi lançado para a militância. Trago ainda videos sobre o livro Assassinato de Reputações, que relata como age o PT e sua turma para destruir seus inimigos.

https://www.youtube.com/watch?v=m7o1UztsPVE

https://www.youtube.com/watch?v=TJzKIs5QKJA

https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2019/01/22/flavio-bolsonaro-diz-que-mae-de-procurado-em-operacao-contra-milicia-foi-contratada-por-queiroz.ghtml

https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2019/01/22/flavio-bolsonaro-a-trajetoria-do-hoje-senador-eleito-envolvido-no-caso-queiroz.ghtml

https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2019/01/22/flavio-bolsonaro-contratou-mae-de-foragido-de-operacao-contra-milicia-ex-assessora-e-citada-pelo-coaf.ghtml

https://brasil.elpais.com/brasil/2019/01/22/politica/1548165508_401944.html

https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,gabinete-de-flavio-bolsonaro-empregou-mae-de-pm-suspeito-de-comandar-milicia-no-rio,70002689663

https://catracalivre.com.br/parceiros-catraca/dimenstein/dimenstein-flavio-bolsonaro-deve-achar-eu-e-voce-somos-idiotas/

https://istoe.com.br/f-bolsonaro-empregou-mae-de-pm-suspeito-de-comandar-milicia/

https://www.metropoles.com/brasil/policia-br/flavio-bolsonaro-empregou-mae-e-mulher-de-miliciano-no-gabinete

https://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2019-01-22/flavio-bolsonaro.html

https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/381086/Fl%C3%A1vio-Bolsonaro-ficou-rico-antes-de-ser-empres%C3%A1rio-do-chocolate.htm

https://www.revistaforum.com.br/flavio-bolsonaro-foi-o-unico-deputado-que-votou-contra-conceder-medalha-tiradentes-a-marielle-franco/

https://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2019/01/22/flavio-bolsonaro-propos-homenagem-a-pm-preso-acusado-de-comandar-milicia/

https://www.viomundo.com.br/denuncias/flavio-bolsonaro-empregou-mae-e-mulher-de-chefe-do-escritorio-do-crime-suspeito-de-ter-mandado-matar-marielle-franco.html

https://www.infomoney.com.br/mercados/politica/noticia/7878374/flavio-bolsonaro-o-que-se-sabe-ate-agora-sobre-as-suspeitas-do-coaf-e-como-isso-impacta-o-governo

Tags
Ver mais

Cláudia Morais Piovezan

Graduada em Direito pela Universidade Estadual de Londrina; Mestre em Direito Comparado e Ambiental pela Universidade da Flórida, Gainesville-FL; Idealizadora e organizadora do Fórum Educação, Direito e Alta Cultura; Aluna da Escola de Altos Estudos em Ciências Criminais e do Curso On line de Filosofia; Promotora de Justiça da Comarca de Londrina, no Estado do Paraná.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar